Demônios

_DSC0338.jpg
adrianacalcanhottosingle.jpg
IMG_7115a.jpg
 

Cena

IMG-20190112-WA0015.jpg

foto: Chico Castro

IMG_20181124_165118_559.jpg

foto: Rick Barneschi

IMG-20190112-WA0014.jpg

foto: Chico Castro

_DSC0362.jpg

foto: Rick Barneschi

_DSC0329.jpg
_DSC0350.jpg

foto: Rick Barneschi

foto: Rick Barneschi

IMG_2124.jpeg

foto: Lucas Evangelista

IMG_2123.jpeg

foto: Lucas Evangelista

 

Clipe

adrianacalcanhottosingle.jpg

Capa do álbum "A Mulher do Pau Brasil". 

Screenshot_20181207-225701_Facebook.jpg
clipe 2.jpg
clipe 1.jpg

Assista ao clipe

clipe 3.jpg

Foto: Sillas H 

 

Estúdio

IMG_7208a.jpg
IMG_7246b.jpg
IMG_7089a.jpg

Nós estruturais,

raciocínios de comércio...

E "a outra" através das tuas lentes?

Enxergas? Existências.

Meio sufocado.

IMG_7115a.jpg
IMG_7122c.jpg

Veloso sedutor,

Auto guerreiro da purificação.

kkk... fascinado,

falta de composição.

Re-corda? Ou não soube

"A mais triste nação 

Na época mais podre

Compõe-se de possíveis

Grupos de linchadores"

(O Cu Do Mundo)

Carece Caetano.

IMG_7160b.jpg
IMG_7246b.jpg
IMG_7161b.jpg
IMG_8758b.jpg
IMG_8748b.jpg
IMG_8296a.jpg
IMG_8267b.jpg
IMG_8717.jpg
IMG_8670.jpg

Te vejo intenso

Sufocado? Engasgado?

Tão natimorto.

Foi o leite?! Tirado de ti

Tão puro,

toma todo,

faz bem.

IMG_8436b.jpg
IMG_8584b.jpg

Alegorias para a cabeça - Espetáculo Demônios  (Teatro da Pombagira - Direção: Marcelo D’Avilla e Marcelo Denny) -  data: 2018

Objetos alegóricos para cabeça (esculturas vestíveis, mascaras, chapéus, etc) criados com o propósito de corporizar os "demônios" que se manifestam na sociedade contemporânea, como os ideias fascistas, higienistas, fundamentalistas, entre outros, que sufocam liberdades de existir, matam vidas.

As construções das imagens misturam elementos que resgatam a memória de alguns terrores emblemáticos sofridos pela humanidade ao evidenciar símbolos como a suástica, os véus que sufocam o feminino, capuz ku klux klan, etc. Outras cabeças destacam estruturas mais abstratas dotadas de certa frieza que lembram arquiteturas contemporâneas (indústria, metrópoles, máquinas, etc) que se estabelecem no meio destruindo o entorno através do desequilíbrio social e ambiental.

A "sedução fácil" foi importante para elaboração, o terror vira festa, carnaval, é no toque macio da pelagem, no fofo das nuvens do céu tão prometido, que essas tramas de horror ganham nova roupagem e ofertam a falsa salvação do atual cenário de urgências, privilegiando aqueles que se enquadram no que é ditado.

As mesmas “cabeças” foram utilizadas no clipe “O Cu do Mundo” da cantora Adriana Calcanhotto (música de Caetano Veloso), dirigido por Murilo Alvesso.

___________________________

Composição:

Pelúcia, tecido, papelão, metal e outros materiais.

___________________________

Demônios / Temporadas de espetáculo:
  • 21/Set-6/out/2019 – Teatro Decio de Almeida Prado – Centro Cultural da Diversidade de São Paulo

  • 23-25/Nov/2018 – CCSP – 23º Festival Mix Brasil da Diversidade

  • 7-9/Set/2018 – CAC/USP

  • 28/Jun-15/Jul/2018 – TUSP

FICHA TÉCNICA:

Direção: Marcelo D’Avilla e Marcelo Denny
Elenco: Andres Veron, Andrew Tassinari, Hugo Faz, Lua Negrão, Marcelo D’Avilla, Mateus Rodrigues, Renato Teixeira, Ricardo Mesquita, Snoo, Walmir Bess, Wesley Lima, Zen Damasceno.
Trilha Sonora: Renato Navarro
Supervisão Coreográfica: Marcelo D’Avilla
Direção de Arte: Marcelo Denny
Direção de Produção: Priscilla Toscano – P.I.C.A. Produtora – Performance, Intervenção, Cidade e Arte
Produção Executiva: Denise Fujimoto e Marcelo D’Avilla
Ass de Produção: Hugo Faz


Equipe de Visualidades:


Cenografia: Denise Fujimoto, Marcelo Denny, Gabriel Prado, Guilherme Rodrigues
Assistente de Cenografia: Dalmir Rogério Pereira
Próteses e máscaras: Igor Alexandre Martins e Felipe Chianca
Cenotécnicos: Nilton Ruiz Dias, Juliano Tramujas
Máscaras: Gustavo Machado e Marcelo Denny
Figurino: Matheus Milanelli
Assistente de figurino: Nanci Abade
Costureiras: Ray Lopes e Maria Estela
Desenho de luz: François Moretti
Iluminador Associado: Quinho Gonça
Projeto Visual: WIRU
Designers Gráficos: Will Olvr, Gabriela D’Avilla e Yuri Rios
Fotografia: Chico Castro

_________________________

Clipe - O CU DO MUNDO:

Compositor: Caetano Veloso

Intérprete: Adriana Calcanhotto

Produção Musical: Ubunto e DJ Zé Pedro

Mixagem de Áudio: Rafaela Prestes Duração: 2min30s

LETRA

O furto, o estupro, o rapto pútrido

O fétido seqüestro

O adjetivo esdrúxulo em U

Onde o cujo faz a curva (O cu do mundo, esse nosso sítio)

O crime estúpido, o criminoso só Substantivo, comum

O fruto espúrio reluz

À subsombra desumana dos linchadores

A mais triste nação

Na época mais podre

Compõe-se de possíveis

Grupos de linchadores

Direção e Montagem: Murilo Alvesso

Conceito Visual, Cenografia, Coreografia, figurinos e encenação: Teatro da PombaGira

Performers: Andrew Tassinar, Hugo, Lua Negrão, Mateus Rodrigues, Marcelo D’Avilla, Promiskua, Renato Teixeira, Ricardo Mesquita, Snoo, Victor Rosa e Wesley Lima

Direção de Fotografia: Lola Zola, Murilo Alvesso e Rogério Dragone

Direção de Produção: Jorge Yuri

Produção Executiva: Victor Dias

Assistência de Produção: Aline Miniussi

Produção - Galpão 833: Wilma Santos

Making of / Still: Sillas Henrique e Vini Poffo

Apoio: Estúdios Quanta Galpão 833 Realização: Assum Filmes Xirê Eventos

O Clipe da música O CU DO MUNDO foi gravado no dia 18 de outubro de 2018, e é baseado no espetáculo DEMÔNIOS, do Teatro da PombaGira.